Página Inicial Imprensa Noticias SOBRE SEGURANÇA DE BARRAGENS NO CEARÁ

SOBRE SEGURANÇA DE BARRAGENS NO CEARÁ

Avalie este item
(0 votos)

A Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) é pioneira no País na manutenção preventiva sistemática de barragens. Mantém, desde o fim da década de 1990, rigorosa inspeção em todos os reservatórios monitorados pelo Estado, atualmente, 155.

Essa inspeção é feita duas vezes por ano: uma antes da quadra chuvosa, outra após as chuvas.

Esse trabalho gera o Relatório Anual de Segurança de Barragens.

O detalhamento da situação de cada barragem é repassado para Agência Nacional de Águas (ANA).

 Esse mesmo relatório serve de base para as ações que são desenvolvidas normalmente no segundo semestre de cada ano (período de estiagem) no sentido de corrigir os problemas identificados.

O relatório recém divulgado pela ANA, contém informações fornecidas pelo Ceará relativas à situação de barragens monitoradas ainda em 2014.

 Os problemas identificados pela Cogerh – e repassados à Agência Nacional de Águas – eram, na sua maioria, de baixa complexidade, como pequenas erosões (comuns após o período de chuvas, e crescimento de mato nas estruturas das barragens, também comuns após o tempo de chuvas).

Das 10 barragens identificadas com algum tipo de problema no relatório, sete são monitoradas pela Cogerh.

Dessas sete, cinco já tiveram os problemas identificados resolvidos.

São elas: Facundo, São José II, Trapiá, São José III, e Valério.

Os reparos necessários nas barragens Tijuquinha e Cupim já estão providenciados. Os processos licitatórios encontram-se para análise da Procuradoria Geral do Estado (PGE).

Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos - COGERH

 

 

Ler 60 vezes Última modificação em Quarta, 11 Outubro 2017 10:28